domingo, 30 de dezembro de 2012

Dos balanços (e desejos)...

As férias deste ano foram altamente. Que as de 2013 sejam igualmente boas, não peço mais.





Nestas alturas é que percebo

O quão difícil é eleger "A" música do ano.

Eu gosto de muitas coisas. Torna-se sempre muito complicado eleger apenas uma.

Dos concertos mais esperados de 2012

Aliás, de 2012 e já há vários anos...

É capaz de não valer muito a pena

Dado que não fiz nem metade daquilo que me tinha proposto fazer até ao final do ano acho que o melhor é não fazer grandes planos ou resoluções para 2013...

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

É certo que se todos gostássemos do azul ninguém usava o laranja

Mas é absolutamente deprimente ver o top 10 da venda de livros verificado numa das últimas semanas deste mês (especialmente os de ficção).

Era deixarmos de ser um povo hipócrita e de falsos moralismos e ficava tudo bem

Ao ler estas notícias só consigo pensar, nunca soube de ninguém que tivesse ficado em coma por fumar erva.

Esta malta deve ter visto demasiadas vezes o "policia no jardim escola"

Really? Estão mesmo a falar a sério?

Já estou mesmo a imaginar o cenário matinal da senhora professora,

Testes corrigidos - Check
Estojo -Check
Fichas de trabalho - Check
Snack para o meio da manhã - Ckeck
Marcadores para o quadro - Check
PC - Check
Espingarda de canos serrados - Ckeck

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Deve ser uma espécie de alinhamento de planetas, cosmos ou uma dessas tretas

Um qualquer desígnio entendeu por bem fazer aterrar cá em casa o novo Fifa...

Ainda a decidir...

Não, acho que não.

Não vou mesmo perder tempo a comentar as declarações facebookianas do Steps Rabbit.

Sim, também há parte chata...

O que aborrece quando sou "premiada" com algum tipo de bónus, leia-se remuneração extra, é verificar que, contas feitas, entre o que eu e o meu patrão entregamos de impostos e contribuições, basicamente, esse grande lambão, aka estado, recebe tanto quanto eu trago para casa.

Minus um detalhe, eu é que trabalhei para (fiz por) merecer aquele extra!!

Acho que vão olhar para mim e pensar, "mitra"

Mas vou mesmo ao Leroy devolver as duas fitas que comprei para a árvore mas que acabei por decidir não usar.

Não tenho culpa de não ter tido oportunidade de lá ir antes do Natal.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Sugestão

Ao próximo cidadão, residente na América, que estiver a planear um massacre, sugiro o director da NRA e mais alguns amigos da causa.

Obviamente, esta é a solução. Não se está mesmo a ver.

Até porque, como se sabe, só os tipos "maus" é que levam a cabo estes surtos de demência.

O nosso não ser cortado já é uma sorte. Se bem que agora que penso nisso, até vai, via impostos

O aumento é mínimo, é certo. Mas pelo menos aumentam. 
Isto já para não comentar que o salário mínimo em Espanha passa então a ser de € 645,30. São SÓ mais € 160,30 do que o nosso, que por acaso é SÓ 1/3 do valor que se recebe em Portugal.

Uma chatice pá, uma chatice

E pronto, esta merda não foi toda c'os porcos. E agora eu, que andei a comer nos últimos tempos, literalmente, como se o mundo fosse acabar, em 2013 vou ter de voltar em força ao ginásio (sitio onde já não meto os cotos assim há coisa de quase 2 meses).

Por via das dúvidas, da próxima vez que for ao banco o melhor é vestir a minha melhor roupa de domingo

Não sei se ria ou se chore com isto.

So far so good

Por enquanto está tudo como sempre...

Se está para acabar, ainda assim, está com bom "ar". Mas e daí, sempre ouvi falar nas "melhoras da morte"...

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

No more five day week...this year!!!

Amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta, amanhã já é sexta!!!!!!!!!! Fuck yeah!

Somos muito bons em muitas coisas

Mas se há coisa em que o português é pro é em não respeitar os peões, especialmente nas passadeiras.

É que é assim dum civismo espectacular. Ou isso, ou então eu é que tenho muito azar.

Fónix pá. Aprendam de uma vez. Há sinalização vertical, há lista brancas pintadas no chão e está uma pessoa parada a beira do passeio, então é porque estão na presença da porra de uma passadeira. Têm de parar e deixar passar, ok!
Pronto, e agora ide na paz do Senhor.

Facto

Estou com a mesma condição física que um obeso de 190 kg.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

One more


Não sei se já o terei dito mas adoro Au Revoir Simone

E porque música = terapia

Quem não tem cão, caça com gato

O Benfica está a ganhar.

Já começa a ser um padrão o facto do senhor da engomadoria vir sempre mais tarde em determinados dias...os dias em que há jogos da bola.

Entalar um dedo doí pra cara***

Só me apetece fumar.

E pronto era só isto.

Não é bem carência...

Mas há dias que também temos saudades.
Há dias que gostamos de ter os pés quentes.
Há dias que gostamos de rir e parodiar em conjunto.
Há dias que gostamos de ter companhia.

E porque os meus dias também não podem ser só apanhar com malucos...

Hoje tive uma prenda antecipada. Sweet.

Afinal há piores

E quando eu começo a temer pela minha sanidade mental e a achar que ando uma queimada de primeira, descubro que afinal não devo estar assim tão mal.

Comparativamente com outras pessoas eu afinal até estou impec.

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Ainda sobre o fim do mundo e pegando no último post

O fim do Mundo era meterem o João Pedro Pais e o Miguel Ângelo a fazerem um álbum em conjunto.

Desassossego...

É. De facto é um dos sentimentos que desperta em mim quando descubro que o João Pedro Pais tem um novo álbum.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Praticamente a 2 semanas do final do ano

Decidi que até lá vou tratar de 500 mil pendentes que tenho, nomeadamente, alguns que já se arrastam à uns meses.

Claro que se esta conversa do mundo acabar na próxima sexta se concretizar vou ficar com os planos lixados.

Vercauteren, vinde a mim. Eu tenho a solução.

Parece que os racistas homofóbicos adeptos do Zenit andam aborrecidos porque não acham bem o clube contratar negros e homossexuais. Aparentemente, é apenas por uma questão de "identidade" do Clube.

Eu tenho a solução win-win. O senhor Vercauteren pega e troca os brancos e "muito machos" do seu clube quenãojogambolha e em troca o Zenit dá-lhes os bons jogadores negros e homossexuais que possam ponderar meter no seu plantel.

E depois digam que eu não sou amiguinha do Sporting.

sábado, 15 de dezembro de 2012

Pessoas descompensadas há no Mundo inteiro, o acesso às armas é que varia

Continuem a meter-lhes armas nas mãos e depois admirem-se.

Meus amigos, gente a passar-se da bolha sempre houve e irá haver sempre. A diferença reside em terem ou não acesso fácil a armas.

Nota: trust me on this one. Sabe Deus o que seria de mim se houvesse por cá um Wal-mart...

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

A tensão acumulada dá nisto

E hoje o motorista da carris não levou um enfardamento por pouco.

Afinal não sou só eu que ando com instintos agressivos.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Ele chama-lhe capitalismo, eu chamo-lhe indecência

A Google é a nova Standard Oil.

Hehe

Aqui é que se discute à séria.

Se no nosso Parlamento fosse assim eu juro que entrava para a política só para poder dar uns bananos no Passos Coelho e no Relvas.

Uma questão de justiça

As pessoas que ocupam banco e meio no bus, o deles e parte do meu, deveriam pagar mais de passe do que eu. Ou pagar parte do meu.

É caso para se dizer, fiem-se no Google e não corram não...

E o vencedor na rubrica Como, das questões/palavras mais pesquisadas no Google, é...

Divagações de quem ainda não dorme a esta hora

Mais um bocado e esqueçam lá os dias. 
A indemnização passa a ficar a cargo de uma valente palmadinha nas costas, acompanhada por um "obrigadinha por tudo", e vá, eventualmente, um postalinho de agradecimento pelos anos de serviço prestados.

12 dias? Do-ze? A sério?

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Talk about popularity

Bem o senhor papa ainda agora criou conta no twitter e já tem milhão e meio de seguidores.

Não fazia ideia que houvesse tanta gente a querer ser abençoada...
Sim, que o primeiro tweet do senhor foi "Eu vos abençoo a todos".

Mas que não seja por isso. Ficam a saber que eu também vos abençoo a todos. Saúdinha.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Voltando aos óculos

Acho que é desta que vou conseguir ver com perfeita nitidez o que se passa no palco...

Nem tudo foi mau hoje

Comi uma mousse de after eight excelente.

Porque estes também merecem ser falados...

O País não os quer. O País não lhes dá oportunidade e não aproveita os seus talentos e competências. O País convida à emigração.

Mas eles dão cartas na mesma. Fazem-no é fora de casa.

Ah, e não foi esquecimento

Optei por não comentar o resultado de ontem.
A pirraça já não tem a mesma piada...

Falando em terapias zen

Pode ser que o concerto de hoje do Al Di Meola e Gonzalo Rubalcaba me acalme um bocadinho. 
Já não peço muito. Só o suficiente para me aguentar o resto da semana.

Faz sentido

"Alunos do 4° ano são melhores a matemática do que a leitura."
Olha obrigado, com o exercício que é tentar perceber as contas do Gaspar não haviam os putos de ficar bons.

Percebemos que necessitamos de uma qualquer terapia zen quando...

Damos por nós a questionar o quão difícil será arranjar uma caçadeira...

É, hoje era isso

Gostava de ter a capacidade de conseguir arrancar cabeças à dentada.

Assim num movimento único e sem espinhas.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Até já...ou então não

Vou só ali ver o jogo e já volto.

Por vezes fico triste por acabarem...

E agora que me encontro a 2 episódios do derradeiro fim do Dexter (e, possivelmente, daqui a umas horas já só vou estar a 1), fico com pena. Fico com pena porque adoro o Dexter. 

Mas depois vejo séries como o how i met your mother e penso, realmente, as coisas têm de acabar, necessitam de acabar. E acabar enquanto ainda são boas. Acabar quando podem deixar uma lembrança agradável. 
É que deixar protelar o insustentável que já não tem ponta por onde se pegue, basicamente, é o mesmo que acabar mas em mau.

Como ter mais de 9 mil espectactores no estádio José Alvalade

Ter o Benfica a jogar lá.

Afinal, é hoje que se disputa o campeonato não é verdade.

Já cá mora em casa

Finalmente o meu rádiozinho lindo já veio para o seu lar.
E é tão giro.


E sim, funciona. Toca que é um espectáculo.

Do derby de hoje

Se há coisa que não me dá pena é ouvir "um petardo que lhe rebentou na mão". Temos pena, não andasse com essas merdas. Se sou sádica? Talvez.

Mas depois de tanta merda que aquilo já deu, continuo sem perceber os atrasados mentais que insistem naquilo.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Admito que olhando só para o título me ocorreria outra ideia*...

"Indianas proibidas de usar telemóveis por risco de infidelidade."

Leio estas notícias e lembro-me que existe todo um Mundo que nem fazemos ideia. Assim uma espécie de realidade paralela à nossa.

*Lamento mas os meus níveis de disparate andam em alta.

Por mim tudo bem, mas organizem-se

Convém desmistificar esta coisa do Mundo acabar ou não (embora sexta feira não me pareça nada um bom dia, uma segunda seria sempre melhor). 

Afinal acaba ou não acaba? 
É que não me apetece queimar os meus últimos dias a trabalhar. E andando eu a planear viagens, que por acaso até me apetecia mesmo fazer, se é para acabar digam-me já que eu meto-me hoje mesmo num avião.

Ah, e por via das dúvidas, este ano não há prendas para ninguém. Se é para o Mundo acabar não vale a pena ir perder tempo com isso.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Venham-me cá dizer agora que é o meu mau feitio

Prova.

Passo a vida a dizer isto. Fónix, se todos pagassem a sua parte (empresas e particulares) haveria bastante para todos, não me lixem.

Mas pronto, ainda assim, estamos longe de ser os mais corruptos. Mas também já diz o ditado, com o mal dos outros posso eu bem.

Haha. Que sentido de oportunidade

Governo cria grupo de trabalho para avaliar a rede de transportes (lamento, não meto link porque isto do telemóvel é muito mais complicado).

Estive quase uma hora à espera do bus, no qual ainda me encontro.
Está a chover a potes e está vento, combinação excelente.
A avaliar pela água que há no marquês, só me resta concluir que eles não fizeram rotundas novas mas sim um lago.

Graças a esse lago gigante entrou água para uma das minhas botas (ir ao sapateiro já está na lista do "to do").
As minhas pernas estão geladas dado que se encontram humidas. Agradecemos aos atrasados mentais dos condutores que, vendo os lagos, até aceleram mais, seguramente para não afogar os pneus.

Quarenta minutos depois de ter entrado no bus, no qual ainda me encontro e pelo qual esperei 50 minutos, chego às Amoreiras...

Ainda necessitam de uma equipa de trabalho? Para além de mim devem estar aqui dentro mais umas 80 pessoas disponiveis.

Não compreendo

No bus das 8 e tal da manhã apanho trânsito, neste (8 da matina) também.

Há alguma hora em que não haja trânsito??

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Bem que eu podia tropeçar no "papelinho"

Parece que estão 80 milhões por reclamar em Inglaterra do euromilhões de Junho.

Se não os querem levantar podem-mos dar a mim, é na boa. Mas rápido que daqui a nada já não dá.

E pronto

Os 45m que demorei a subir do marquês às amoreiras posso agradecê-los ao pessoal que vai para a margem sul.

Obrigadinha malta, a sério pá.

E agora ide para o raio que vos parta e enfiem os carrinhos num sitio que eu cá sei.

É certo que o mau feitio não ajuda

Mas se já adoro o trânsito matinal, gosto muito, mas muito mais, do trânsito ao final da tarde quando estou a tentar regressar a casa...

Mas agora lembro-me, a que horas é que joga o Benfica?

Gosto sempre muito

Adoro aqueles discursos do "sim, NÓS fazemos, NÓS tratamos disso", ou "não é necessário, não se preocupem que NÓS damos conta do recado", quando na relidade o texto por baixo, em letras pequeninas, é, TU vais tratar disso.

Assim realmente não vou lá...

São as horas que são e eu ainda não me encontro a dormir.

Amanhã vai doer tanto, ai vai vai...

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Com algum receio de me apelidarem de Grinch...

Pronto, árvore de Natal comprada*...é cinza (a pender para o preto)...

Ah e tal que as árvores são verdes. Sim já sei, yada yada yada. Epá mas eu gosto destas. E das brancas também, mas mais destas. Lamento.

*mas ainda não montada, salvo seja. Sim que o senhor cá de casa é rigoroso nisso, é só no dia 8 de Dezembro.

E a parte mais fixe

É andar a "planear" hipotéticas viagens e, assim de rompante, começar a ver a coisa a tomar uma forma mais séria.

Ainda dos óculos (e cheira-me que a saga está para durar)

Afinal aqueles pontinhos que eu por vezes via na TV quando mexia no comando são mesmo os programas que estão a dar em cada canal que vou zappingando...

*E não, não estou a brincar. Do sofá já não os conseguia ler.

Agora a sério

Esta merda é toda muito triste. Mas o que é que passa pela cabeça desta gente?

É futebol caramba. Não estamos propriamente a disputar o direito à vida ou o último bocado de pão dos próximos 6 meses (e ainda que assim fosse).

Afinal, não sei se será assim tão boa ideia usá-los...

Agora que já sou portadora dos meus óculos chego à conclusão que esta casa está mesmo a necessitar de uma limpeza...

Mas admito, há todo um mundo que eu desconhecia.

E era tão fixe

Bem sei que o gasoil baixou ontem.
Mas, quando é que deixam de trazer o cara*** do carro para Lisboa???

Que maçada

Esta coisa de me deixar dormir de manhã já está a chatear.

Naturalmente, isto seria tudo muito mais simples se eu me deitasse a horas civilizadas.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Gosto sempre deste rigor nas reportagens

Ainda me hão-de explicar o conceito de "efeitos" semelhantes aos do haxixe, LSD e outras drogas similares.

Exacto, porque uma "tripe" de haxixe...upa, upa, é coisa para um tipo viajar nas nuvens em grande. Tal e qual o LSD, imagino.

Até me faz ponderar abrir conta

Isto agora é que vai ser espalhar a fé!

O Papa já tem Twitter. Já estou a imaginar os twittes do senhor...mas não vou partilhar, que por este andar o pai natal ainda faz boicote às minhas prendas.

É Natal, deixem-me lá fazer umas graçolas mais tétricas....

João Pinto, ao pé destes tipos és um menino...

Embora não deixe de ser uma espécie de compras

O meu mau humor já não vai lá com umas comprinhas, já lá vai esse tempo.

A minha nova terapia consiste em planear em viagens. Mesmo que não se concretizem, no imediato, metem-me logo mais bem disposta.

Epá...

Tá um frio do catano.

Deve ser castigo

Eu já só gostava de perceber o que querem afinal dizer as pessoas que ligam para os programas da tarde da sic noticias...

Já estou como o outro, falam, falam, falam mas não dizem nada.

Bem sei que toca a todos

Estou a olhar para TV (já tive direito a sic noticias) e vejo um ex professor meu de faculdade, que por sinal tinha a mania que era pintas, e só penso, está tão velho...

Mas porquê????

Porque razão todos os consultórios médicos insistem em meter as TV nas novelas, ou pior, no programa da Fátima Lopes?

Porque não na SIC noticias, por exemplo?
As noticias podem ser deprimentes mas asseguro que estes programas são bem piores.

Como começar a semana...

De (muito) mau humor.

Tenho sono, tenho frio e ando sem paciência. Chama-se a isto, mistura explosiva...

domingo, 2 de dezembro de 2012

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Que haces...

Estou num dos meus "hobbies" preferidos... 


Se não acabar é que vai ser uma chatice

A avaliar pela quantidade de comida que ando a enfardar, o meu organismo está mesmo a acreditar na nova teoria de que o Mundo acaba algures no próximo mês.

Quase Inverno

Tá frio, chove, não há sol, ta vento, há trânsito, tá escuro e tenho sono.

Mas as árvores multicolores do parque eduardo sétimo são tão giras...

Sim, é um problema. I just can´t let it go...

Once again. Nem vou falar no dia 24. Haveria também algo para se dizer, mas tudo bem.

Dia 31? Esse grande dia de família. Porque nós somos muito respeitadores das tradições.

Acabam com feriado no dia 1 de Novembro, dia em que muitos aproveitavam para "visitar" os seus entes queridos já falecidos. Sim, porque nem todos vivem ao virar da esquina dos mesmos.
Mas realmente, agora que penso nisso esses entes queridos são os mortos. E os mortos não interessam. Os mortos não pagam imposto.

Mas no dia 31 de Dezembro não. Nesse belo dia ficamos em casa, em "cumbibio" familiar. Que neste país gostamos é de ir para a janela bater tachos.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Mais do mesmo

Posto a noticia do post abaixo, de facto, tenho de compreender a revolta dos funcionários públicos sobre o trabalharem mais de 7h/dia.
Afinal isto é tudo um efeito de "mixed signals" não é verdade.

Dizem que os tipos têm de trabalhar mais, mas depois dizem-lhes que afinal não necessitam de ir trabalhar 2 dias este mês. Então, em que é que ficamos?

*Deve ser para aproveitarem para irem fazer as compras de natal, com o subsídio que não receberam.

Por vezes dou por mim a pensar se isto tudo não será espécie de Truman Show

Este governo, estas medidas, toda esta palhaçada, na realidade é assim uma espécie de sketch não é?
Andaram a comprar os vídeos do público dos Monty Python e lembraram-se de começar a fazer uns disparates, não foi? (não querendo ofender os excelentes Monty Python, naturalmente)

Ou então, um dia destes eu vou-me enfiar num bote e descubro que vivemos num cenário e que isto é tudo uma experiência sociológica mas em mau, um reality show.

Só pode.

Esta gente só pode estar a brincar. Ai então agora concedemos tolerâncias de ponto é?

Fónix, vão-nos retirar, já nem sei bem quantos, feriados para o ano. Vamos perder dias com relevância histórica. 
E tudo porque, pelos vistos, trabalhamos pouco e numa tentativa de aumentar essa produtividade temos de trabalhar mais dias (que esses dias é que vão fazer toda a diferença, upa, upa) e agora o governo vem dizer que  este ano vai haver tolerância de ponto no dia 24 e 31 de Dezembro!

Isto na realidade é uma brincadeira de mau gosto não é? Por favor digam-me que sim.

Diz que me vão levar a ver estes senhores



Gosto.

Coisas que me parecem boas

Gosto muito das receitas do chefe Tiger. Têm (quase) sempre um óptimo aspecto e estranhamente até parecem simples de confeccionar. Um dia destes experimento.

Um pouco inócuo*

Honestamente, acho que preferia continuar a receber os meus subsídios nos moldes habituais, mas pronto, também não vou armar grande celeuma por causa disso.

*Ou não, deixai-me ver a alteração dos impostos em 2013.

Talvez necessite de dormir

Ando com tantas olheiras, mau aspecto mesmo, que estou quase a ser elegível para figurante do Walking Dead...

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

terça-feira, 27 de novembro de 2012

São os tempos, deve ser isso

E enquanto ao meu lado no bus um jovem adolescente brinca com o seu ipad eu lembro-me do meu (e do meu irmão, que nessa altura havia partilha, nem que fosse forçada) spectrum, daqueles sem gravador incorporado, onde os jogos demoravam uns bons 20 minutos a carregar. De resto, a única consola de jogos que tive.

E lembro-me também do primeiro computador lá de casa, um 486, comprado por altura da entrada do meu irmão na faculdade. E lembro-me tão bem de ouvir os ralhetes da minha mãe que me dizia que aquilo não era um brinquedo e não era para jogar, era uma ferramenta de trabalho...

E volto a olhar para o meu lado. É, os tempos eram outros.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Just saying

Sim, são do camandro, e sempre que visto uma peça destas começo a vociferar cada vez que tenho de vestir um sobretudo ou impermeável por cima. São muito giras mas nesse ponto, nada práticas. 
Ainda assim, são tãooo giras estas capas (ou lá o que lhes chamam, para mim são "ponchos", já sei, sou pobre e nada fashion), especialmente a primeira.
E daí, não sei se gosto mais da segunda...são as duas giras.



Momentos auto-flagelação, mas sem chibata

É ir ler isto.

Numa palavra, deprimente. Vá, noutra, ridículo.

E a mim deprime-me (vá, moderadamente, que eu já tenho muitas outras coisas bem mais sérias para me deprimir) saber que esta senhora vende 1,3 milhões de livros. É que sinceramente, sendo o preço médio da lenha uns € 0,17 por quilo, não consigo mesmo compreender.

Mas diz ela (sobre o se irritar com os ataques criticas que lhe são feitas), “Acha que eu me irrito quando vendi quase 1,3 milhões de livros num país com 10 milhões de pessoas em que ninguém lia?”...pois, isso é capaz de explicar muita coisa, digo eu.

Mas folgo em saber que a senhora, conscienciosa que só ela, fez um "downsizing do meu lifestyle". É bonito.  

Olhem, é tudo fantástico, Sei lá!

domingo, 25 de novembro de 2012

E para todos aqueles que não são "anti-divórcio"

Lembrem-se,


Por muito que custe, por muitas implicações que tenha. Não se sujeitem mais a estes maus tratos.

Em tempos de austeridade e para provar que também sei ser poupadinha

O meu pedido de prenda de Natal é este, 


Que se pode adquirir aqui.

E sim, eu sei que posso meter músicas no telemóvel. Mas não quero saber, prefiro um mp3 em separado, pode ser?

Já o devo ter dito, mas...

Gosto muito da banda sonora deste filme.

Deprimente é

Uma pessoa estar a tentar trabalhar ao fim de semana e, por alguma razão que me ultrapassa, o sistema não estar a dar.

Só não decidi se é mais deprimente o facto de estar a trabalhar (querer) num fim de semana, se o facto de estar aborrecida por não estar a conseguir.

Acho que o melhor é assumir que se trata de intervenção divina. Deve ser uma espécie de sinal dos Deuses, como que a dizer-me, ganha juízo pá.

A parte boa do Inverno é que meto os filmes em dia

Ontem vi este,


Não é uma obra prima do cinema mas está bastante engraçado.

O problema é que em 2 anos ainda se consegue fazer muita porcaria

João Jardim anuncia que sai do governo em 2015.

sábado, 24 de novembro de 2012

Ainda a digerir o almoço...

Mas comi um peixe no pão excelente.
E os filetes de polvo do meu man também estavam muito bons.

*Quem disse que peixe não enche, hum? Vá, o pão ajuda é certo.

Friday night

E ontem, seguindo uma dica blogosférica, fui aqui,


Muito bom, mesmo!
Se ainda não viram, vejam.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Iupi (moderado, é certo*)

Done. Fim de semana, here we go.

*Sim, porque vou ter de fazer algum trabalho no fds.

E digo-vos que é mesmo sentido...

Yeah, yeah, yeah!!!!!
É SEXTA! Fuck yeah.
Estou quase capaz de me meter a dançar em modo gangnam style, tamanha é a euforia...

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Eu até gosto muito da Ana Gomes

Mas p'lo amor da santa que alguém lhe de umas dicas de moda.

O choque em "layers"

Não sei se me choca mais o facto de haver no mundo pessoas, ditas civilizadas, que se assumem como "anti-aborto, anti-gays e anti-divórcios", como o novo comissário europeu da Saúde e Defesa do Consumidor ou se o facto dele, claramente, não estar sozinho.


Mas choca-me mais conhecer portugueses que apoiam o senhor. E choca-me ainda mais quando são pessoas na minha faixa etária. Aliás, é daquelas coisas que me cria caspa à séria.

Caramba. Estamos em pleno século XXI, pessoas.

Ok, eu não vou entrar no anti-aborto. Mas a sério que ainda há malta que se arroga a criticar casais homossexuais porque "não é natural"? Mas quem são eles para dizer se é natural ou não.
Brincar com assunto é uma coisa, assumir uma posição séria contra, é outra.

E anti-divórcio? WTF?
Quer dizer, encontram-se numa relação falhada, não há amor, não há carinho, não há qualquer sentimento de todo a não ser indiferença e devemos manter a relação na mesma, é isso? E funciona como isso? 
Podem ser um casal que dorme em quartos separados, que não fala, um casal que discute e que no limite recorre à violência quer seja física quer seja psicológica, mas divorciar é que não, que Deus nos livre! 
Mas estão mesmo a falar a sério? Tá tudo parvo? Anda tudo a comer merda às colheradas é?

Olhem. Não sei o que dizer. Mas sei que com esta mente tacanha, claramente, nunca vamos sair da cepa torta.

Acho que é melhor começar a pensar numa droga mais eficaz

O centrum, claramente, não anda a fazer grande coisa pela minha memória...

Se bem que, pelo menos, agora já me lembro de os tomar.

Por vezes questiono-me se as pessoas saberão em que século estamos

Há momentos em que ouço e leio coisas que me fazem perceber (confirmar) a razão pela qual este país é tão atrasado e retrógrado.
E é triste. É muito triste.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Momento musical do dia

Gosto tanto desta música. É assim uma cena que não sei bem explicar.

Já sei que vaso ruim não quebra

Mas com aquilo a alastrar não haverá mesmo forma do dengue "apanhar" o João Jardim??

Dos zappings...

A tipa do "cold case" ou lá como se chama a série, irrita-me solenemente. Ar de enjoadinha irritante e arrogante.

Ufa!! (esperamos que sim)

Felizmente, parece que as coisas lá acalmaram para os lados de Gaza.

Não quero saber

Não me interessa o que o senhor Papa diz. 

Quer-se dizer, apanho com burros e vacas o ano todo e agora não os vou ter no meu presépio querem ver.

Compro férias

Tendo entrado antes das 9h no trabalho e estando a sair agora, acho que vou começar a considerar trazer o saco cama...

É capaz de ser boa ideia parar de comer que nem uma bacurinha

Tou tão inchada que receio que me ofereçam o lugar no autocarro...

terça-feira, 20 de novembro de 2012

A quem não gostar, a culpa é do excesso de doces

Ah para os outros tá tudo bem e não há problemas mas os meninos da função pública não podem trabalhar mais do que 7h/dia. Está bem.

Dizem que nada tem a ver com o défice. É possível. 
Mas pode ser que com mais uma hora por dia eu consiga, efectivamente, ser atendida pelos nossos serviços públicos, uma vez que, ainda hoje, estive a tentar entrar em contacto com uma dessas belas entidades por diversas vezes, mas sempre sem sucesso.

Muito fixe...

Este fim de semana vi o Ted. Epá, muito bom. Hehe


Ide roubar para a estrada sim

Cobrar, no mínimo, € 56,00 para ir a um concerto é um roubo ok!

Gosto muito dos Muse, mas largar 56*2 mais custo da deslocação ao Porto é assim a modos que abusivo.

Mas pronto, para provar que não há ressentimentos,

Acho que andam desatentos

Será que quando o FMI alerta para este problema tem consciência de que este governo já "sugeriu" de forma aberta e com todas as letras que os jovens portugueses deveriam emigrar??

Em pré sugar rush...

Com a quantidade de doces que tenho cá para casa não auspicio nada de bom nos próximos dias...

*Ontem foi dia de aniversário cá por casa, e posso afirmar com segurança que tivemos mais olhos que barriga. Naturalmente, as "sobras" por cá ficaram...
Note to self: para a próxima, não permitir que tragam tantos doces.

É assim uma espécie de prostituição mas com goodie bags

Não me querendo arrogar a julgar o que as pessoas metem nos seus blogues, até porque eu uso o meu, basicamente, para dizer merda disparates, mas há cenas que aborrecem uma beca.

Cada qual diz o que quer no seu blog e usa-o para os fins que entende, é certo. E, felizmente, até à data não só não me obrigam a ver certos blogues (que e quando o faço, é por puro masoquismo da minha parte) como não pago imposto para custear os mesmos.

Mas, e ainda assim, já começa a cheirar mal aquela coisa do bloguinho pseudo despretencioso que até só gosta é de dar umas dicas à malta, mas que depois passam a vida a publicitar tudo e mais um par de botas.

Sim, porque atentem bem senhores, essa gente afortunada consegue descobrir, por exemplo, não 1, não 2, mas uns 4 ou 5 cremes milagrosos que metem a nossa cara tal e qual um rabinho de bebé, mas sem cáca.
Exacto! Banha da cobra? Naaaaa. Claro que é verdade. 

Ò meus amigos, se essas trampas surtissem mesmo efeito, as portuguesas (pelo menos quando ainda tinham dinheiro para gastar nessas coisas, ou seja, AG, antes do Gaspar) seriam todas espectaculares e esbeltas e sem ponta de imperfeição.

Por isso, vamos lá assumir que vós publicitais essas "últimas coca-colas do deserto" apenas para irem a umas quantas festas do croquete, vulgo, beberetes da moda, e no fim dizerem, "é excelente! foi um prazer, mas agora passa para cá o goodie bag sim..."

E pronto, era só isto. Podeis ir descansar sussugaditos.

E é por causa destas coisas que nunca hei-de sair da cepa torta

Tenho para mim que as multas aplicadas aos carros por mau estacionamento (assim tipo no meio do passeio) deveriam ser aplicadas de forma proporcional ao tamanho do carro, leia-se, ao preço.

Dão 80 mil pelo Mercedes e 100 (e mais uns trocos) pelo Cayenne. Aliás, têm dinheiro para comprar um carro mais caro que a minha casa, mas depois é muito caro meter o "bicho" no parque ou umas moedinhas no parquímetro e estacioná-lo bem. 

Afinal, ele até fica mesmo bem é aqui em cima do passeio a bloquear os peões, e assim aproveito para ostentar a minha riqueza e todos podem apreciar a "bomba" que eu tenho (que eu sempre tive para mim que aquilo funciona como uma espécie de extensão do pénis, pelo que quanto mais "bomba", mais deve haver para compensar, mas pronto, isso daria outro post, por isso, fiquemo-nos por aqui).

O sono é tanto...

Mau é, sair do autocarro receando ter ressonado...

Por via das dúvidas, acho que nos próximos dias vou evitar apanhar aquele bus.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Special Days...

E porque o senhor cá de casa é um Mister November, esta é dedicada a ele...

Temos a certeza que não somos fashion victims...

Quando constatamos que a miúda que sai do autocarro em direcção à escola secundária está muito, mas muito mais pintada do que nós...

*Isto claro, assumindo que por meter um rimel às três pancadas me posso considerar como estando pintada...

domingo, 18 de novembro de 2012

More music...

Continuando a saga musical...

Até porque já que temos de limpar e temos, funciona muito melhor com boa música.

Ser cinderela é...

Estar desde o início da tarde a limpar a casa...

*Mas como não tenho por hábito perder sapatos, continuo a jogar no euromilhões.

Pois, é capaz...

Dizem que está um frio de rachar, mas andam com camisolas com decote até ao umbigo, sem uma echarpezita que seja, e com os casacos abertos...
Chama-se a isto, lógica!

Com algum fresquinho...

Mas, este domingo trouxe-nos uma linda manhã solarenga.



E eu sou tão mais feliz quando há solinho...
Desconfio que há assim uma espécie de fotossíntese que produz efeitos na minha pessoa.

sábado, 17 de novembro de 2012

E desta também

Já não ouvia há bastante tempo...

Mas gosto muito desta música.                                                                                         

Chiça...

Neste momento o vento assobia cá de uma maneira e bate com tanta força nos meus estores que começo a recear que o furacão também passe por Lisboa.

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Isto era muito mais fixe se nós também lhe déssemos um nome*

Bem sei que o sucedido hoje no Algarve ao pé do Sandy é um menino. Mas as imagens são brutais.

Mas, lamentavelmente, acertou no sitio errado. Era ter passado mesmo por cima da AR, com direito a desvio por Belém, e tinha sido perfeito. 

*Naturalmente teria de ser de gaja, que isto quando é para apelidar "elementos" devastadores vai muito melhor com nome feminino.


Olha, uns amendoins

Parece que afinal a sobretaxa a aplicar ao IRS não vai ser 4% mas sim de 3,5%.

Como fazer um autocarro chegar rápido à paragem

Acender um cigarro...

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Come again?

Mas o que vem a ser esta merda??? 
Mas tá tudo parvo?

Assim como assim mais valia ligarem o tubinho do rabo para a boca, já que, aparentemente, para o cérebro deve haver um tubo interno.

Constatação de final de dia

Manhãs em que acordamos e saímos de casa com as galinhas, são muito mais difíceis...

Come on...

Criancinhas do meu prédio (ou ao redor dele, não sei) que gritais em euforia, já não vão sendo horas de "chichi, cama"?

Realmente, agora que falam nisso...

Não querem pegar nos manifestantes arremessadores de pedras e promover uma tour de manif's por esta Lisboa fora?? 

É que pensando bem, a ausência de pedras da calçada dá mesmo muito mais saúde aos meus saltos...

E porque eu sou uma pessoa cheia de dúvidas

Outra questão que me intriga deveras é a existência de agentes à paisana infiltrados nas manif's se depois, claramente, eles não servem para deter os atrasados mentais que durante um longo período de tempo atiraram pedras da calçada aos outros agentes*?

A sério. Os atrasados identificavam-se lindamente, ainda que, corajosos que só eles, estivessem de rosto tapado.
Estavam claramente demarcados dos restantes manifestantes. Era assim tão difícil detê-los?

*E já agora, uma das penas desses atrasados deveria ser calcetar as ruas que andaram a fod****

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Questão...

Se fazer greve é um direito que nos assiste, não fazer greve também não o deveria ser?

E no meio de cenários pseudo apocalípticos

É só para partilhar que gosto muito desta música.

Afinal há capacidade de reacção

Diz a CGTP que na Madeira se organizou a maior greve geral e manifestação de sempre.

Olha, mas mesmo fixe era correrem com o palhaço que por lá anda há anos e que contribuiu tanto para a situação merdosa em que nos encontramos que até teve direito ao seu próprio "buraco da Madeira".

Ilações assim muito rápidas

Parece-me pouco produtivo arremessar calhaus aos polícias. Eles também não devem propriamente nutrir muita estima por este governo e pela situação em que nos encontramos. Limitam-se a ir trabalhar e cumprir o dever deles.
E queimar cenas, também não é nada fixe.

On the other hand, senhores agentes não há necessidade de aviar uma bastonada a manifestantes que (do que pude ver) apenas seguram cartazes de protesto.

E porque fui trabalhar

Só agora é me estou a actualizar sobre o cenário que decorreu/decorre na zona da AR.

Mas está-me a parecer que aquilo hoje aqueceu mesmo à séria.

terça-feira, 13 de novembro de 2012

E porque já estamos quase a meio de Novembro

Este ano, a minha nova sala, já me permite ter uma árvore de Natal à séria e não um projecto uma "pikena" amostra.

*Embora projecto e pequenita, até era é bem gira.

Fact

Ver, ainda que parcialmente, os desfiles da Victoria's Secret deprime-me profundamente.

Vão ser assim, giras e boas, pó raio que as parta.

Ohhhhhhhhhhhhh

Espera afinal já se foi embora. (ando mesmo queimadita... :( )

Fixe, sempre sobra mais quiche.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Agora que estou a fazer uma quiche é que me lembrei

É verdade, a Gorda anda por cá.

Veredicto final

Afinal esta sô dotora foi muito mais meiguinha comigo. Não disse que eu não via um boi à frente nem que corria o risco de embater contra um poste.

Ainda assim saí de lá com uma prescrição. Menos mal, vamos tentar usar óculos só ao PC, TV e vá à noite (assim para conduzir) e ver como corre.

Não acredito que não vá ter de começar a usar também na rua. Mas pronto, se isto for assim com meiguice e devagarinho conto habituar-me melhor à ideia...

Vários meses depois...

A aguardar a consulta de oftalmologia (esperemos que não se atrase ou ainda desisto...)

Aguardo ansiosamente a reacção da médica mas meto o meu dinheiro na seguinte pergunta,
"como é que conseguiu chegar aqui, tem um cão guia?"

Cenas que só fazem sentido para mim...

Acabei de descobrir que o S. Martinho afinal também é milagreiro...

A única coisa má é amanhã já ser segunda feira

E depois de um jogo da bola e muito frio só eu sei o que me sabe bem um cházinho quente e cama...com um saquinho de água quente à minha espera.
Sweet...

domingo, 11 de novembro de 2012

Querida Maria...

Em menos de 5 dias é a segunda vez que me encontro no estádio do sporting. Estarei grávida??

*Consta que a gravidez tolda a capacidade das senhoras. Dizem que é das hormonas ou lá o que é.

Podemos criticar, mas vamos manter o tino, sim!

Indignados ou não com as palavras da senhora Jonet creio ser um pouco excessivo levar a cabo a petição que para ai circula, mas enfim. 
Mas é, sem sombra de dúvida, uma perfeita cretinice ameaçar não doar comida na próxima recolha do Banco Alimentar.
Aliás, quem defende o boicote às doações, claramente, deve andar a falhar a medicação. Só pode. Só isso explica tal atitude.

Quanto à senhora Jonet, nunca pretendi questionar o seu trabalho e a eficiência, competência e qualidade do mesmo. Seguramente, se já se encontra há vários anos em funções, é porque desempenhará bem o seu papel.
Não tenho a mais pequena ideia do que seja desempenhar um cargo como o dela.
Nem sei mesmo o tipo de logística que tal organização implique, sendo certo que acredito que não seja simples ou fácil. Tal como não deve ser fácil lidar diariamente com as situações que imagino passarem por lá às centenas.

No entanto, e não querendo julgar alguém por meia dúzia de palavras e comentários infelizes, não deixa de ser errado a senhora dizer que não há miséria em Portugal.
Dizer que muita gente terá de aprender a viver dentro das suas possibilidades não me choca. Dizer que as pessoas se devem preparar e consciencializar para os tempos difíceis que se avizinham também me parece razoável. Mas dizer que não há miséria...

Acredito que ela já viva de perto com situações de miséria há muitos anos. Tal como também acredito que conheça realidades bem piores do que a nossa.
Mas ainda assim, e por muito que haja uma miséria muito maior do que a nossa por esse mundo fora, isso não invalida que também a haja no nosso país. Pior ou mais moderada, miséria é sempre miséria.

Haver pessoas e famílias que  contribuem para o aumento da venda de nestum, e outras papas similares, porque, muito provavelmente, esse alimento passará a substituir muitas das suas refeições principais, é triste. E é triste haverem crianças a passarem por carências alimentares e a não fazerem todas as refeições que qualquer criança deveria fazer. 

A frase foi infeliz, muito infeliz. Sim, há miséria em Portugal e, infelizmente, cada vez mais.

Mas por favor, vamos ser razoáveis e não empolar demasiado as coisas sim.
Se não concordamos com as declarações da Isabel Jonet e se acreditamos, ao contrário dela, que existe miséria em Portugal, não doar comida na próxima recolha, seguramente, não vai contribuir para a melhoria dessa situação!

No limite, lembrem-se que os destinatários dessa alimentação doada não têm culpa das declarações e opinião da senhora.

Sinto-me defraudada

Onde está o Verão de S. Martinho, hum??

Vinda da noite..

Depois das resmas de miúdas (e as suas indumentárias) com que me cruzei ao longo da noite, ocorre-me uma questão...esta gente não tem pais em casa???

sábado, 10 de novembro de 2012

Como não vai escrever mais??

Estas coisas deixam-me sempre muito triste.

Embora compreenda que aos 78 anos e muitos livros depois o senhor também queira descansar. Mas eu fico com pena porque gosto muito do Philip Roth.

O que vale é que ainda tenho bastantes livros dele para ler.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Vamos lá então

Ontem não tive oportunidade de me debruçar sobre algumas questões, mas mais vale tarde do que nunca. E porque há coisas que me chocam demasiado para as deixar passar.

Cada vez mais me convenço que este país está pejado de atrasados mentais e de hipócritas. Especialmente no que diz respeito a políticos e figuras públicas a quem dão protagonismo e tempo de antena.

Ouvir a senhora Jonet dizer que não há miséria e que as pessoas têm é de perceber que não podem viver acima das suas possibilidades e que se não podemos comer bifes todos os dias não comemos e que ela até lavava os dentinhos com um copo - imagino que tenha sido uma sorte não ter partido um dentinho (sim, que isto de usar um copo para lavar os dentes parece-me envolver algum risco, eu pessoalmente uso uma escova qb macia) é triste. Isto é tudo muito triste.

Há pessoas para quem a questão não se prende em comer um bife todos os dias mas sim em conseguir fazer mais do que uma refeição principal por dia.
Estas situações existem. 

Mas claro, isto sou eu que o digo. E eu não trabalho há não sei quantos anos no Banco Alimentar e a mim ninguém (felizmente) me dá tempo de antena. Por isso, muito provavelmente eu é que estou errada.

E ainda sobre as carências alimentares recomendo a leitura, pelo menos, das primeiras quatro linhas deste post da S. João.

Discursos destes dão-me náuseas.

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

E falando em vitórias

Estamos a ganhar!! 

Ainda me vou arrepender de postar isto. O Benfica é perito em fazer caca...

Só mais uma...


Yeah! (espero nunca me vir a desiludir à séria com este senhor...)

Romney...incha!!!

Fiquei verdadeiramente contente com a vitória do Obama. Acho que é melhor para os EUA e acho que é melhor para nós (Mundo)

O Romney é um palhaço sem ideias.

Além disso, gosto mesmo do Obama, o que querem...

Fu** yeah!!

Tudo correu pelo melhor.

O Obaminha é que é o "preeezzzzidenteee" da jun...ah não, dos EUA.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Vocês vão-me descupar...

Mas, ciganofobia é lindo.

Mundo cão

Que muitas pessoas não têm vergonha na cara eu já sabia. Embora me cause sempre muita urticária.

Que a lata supere todas as expectativas também já é um dado adquirido.

Agora, que além disso também sejam uns sacaninhas...já é abuso.

Dar o benefício da dúvida

E amanhã lá vamos descobrir se os americanos sempre sabem fazer escolhas acertadas ou se são uns perfeitos palermas que vão atrás de discursos vazios...

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Crimes que se escudam na cultura e na religião...

Um mundo onde estas coisas acontecem é, verdadeiramente, um mundo muito triste...

Vá lá...

Ao menos hoje não deixei o mp3 em casa e agora sempre tenho os Twin Shadow* para me fazerem companhia...

*Eles e mais uns quantos...que isto tá para durar...

Daqueles dias em que mais valia ter ficado na cama

O meu subconsciente bem que me tentou avisar quando me fez ignorar os 3 despertadores matinais.
Mas não, eu, teimosa, decidi despachar-me num tempo digno de record olimpico e sair de casa.

Não obstante das pargas de trabalho que tenho para fazer, hoje decidi que estava farta daquilo e que ia chegar a casa a horas de gente normal...
Errado. Try again.

Acidente na A5. E até na porra do bus que escolhi tive pontaria.

Pu** que pariu.
Ao menos que a chuva do fim de semana "lave" este karma.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Como passar o último Dia de Todos os Santos enquanto feriado

Começar a comer às 13h e parar há coisa de meia hora atrás...

Hoje foi dia de aproveitar ao máximo o almoço de família, que o meu paizinho faz anos - Parabéns Pai!! 
Já que, infelizmente, para o próximo ano não vai ser fácil almoçarmos juntos neste dia, como temos feito desde que eu me lembro como gente...

Posteriormente, a comezaina prosseguiu na festa da afilhada mai linda do Mundo, que fez 3 aninhos ontem. 

Estimo que lá para as 4 da manhã devo ter a digestão feita...

Habemus nuevo puzzle



Sweet!!
Acho é que este vai dar mais luta...

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Das tradições que não são nossas...

Andei a eu a criticar, e a apoiar quem criticava, esta "importação" do Halloween e acabo de ter duas crianças a tocar-me à campainha para o "doce ou travessura"...

Deixei passar. Aliás, até lhes dei uns quantos "flocos de neve" que tenho cá para casa.
Vá, eram "piquenos" e bem educadinhos. As crianças amolecem-nos sempre.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Das excepções do post abaixo...

Ulrich, amigo, e se fosses...e abrir um guarda chuva pelo rabinho acima não?? Ai aguentas, aguentas!

Diz o senhor Ulrich que o país tem de aguentar mais austeridade. Claro que tem. Claro que aguenta.
Fazemos assim, dá-me o seu ordenado e fica com o meu, ou melhor, fica com o equivalente a um ordenado mínimo nacional, e vamos ver se continua a achar que aguentamos mais austeridade. 
Eu não tenho dúvidas que com o seu ordenadinho aguento, quanto a si não sei.

Ah, isso também

E é também culpa da educação que recebi o facto de não mandar pró ca***** algumas pessoas.

*Os membros do governo são uma excepção, ok! 
E mesmo a esses, sonhasse a minha mãezinha que de vez em quando "baixa" em mim a senhora da verborreia coprolálica, e acho que ainda levava umas palmadas...

Era bom se fosse assim...mas afinal até é. Na realidade a culpa é da educação...

Dou por mim a pensar que seria tão agradável ter um trabalho convencional. Ter de cumprir aquelas 7 horinhas diárias e já estás, dever cumprido. Ter um ponto para picar, e assegurar que eu cumpro, religiosamente, as minhas 7 horinhas devidas.

Espera. Mas, teoricamente, eu até tenho. E o belo do sistema informático, a exigir-me justificações pelos meus 2 minutos de atraso matinais (ignorando as 9h, ou mais, que fiz), lá está para me provar isso mesmo. Tal como estão as dezenas de colegas que vejo a cumprir, qual relógio de cuco que não falha, o seu horário de 7 horinhas (ainda que não ganhem, necessariamente, menos do que eu para o fazerem).

Então a culpa é minha. Sou eu que não exerço correctamente os meus direitos. 
Não, esperem, a culpa não é minha. A culpa é dos senhores meus paizinhos que me educaram como educaram. A culpa é deles e das suas conversas sobre o dever, o brio, a responsabilidade e lalala. (ainda que a nossa payroll não funcione em regra proporcional)
 
Obrigada paizinhos!

*Naturalmente, é mais do que motivo de orgulho e agradecimento a forma como fui educada. Mas, nestas alturas, gostava que os meus pais tivessem lido mais Marx e Engels e mais uns quantos.

Os marcianos tomaram conta do planeta

Ou então o Mundo está para acabar e eu não sei.

O meu autocarro acabou de descer em direcção ao viaduto Duarte Pacheco a uma velocidade surpreendente.

Não fosse o frio que se faz sentir e eu juraria que era Agosto.

Cadê o trânsito??

A confirmação

O facto de já restar menos de metade do bolo de cenoura com cobertura de chocolate que fiz ontem, atesta a minha teoria sobre o bolo anterior...

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

A luz ao fundo túnel

Afinal há esperança!!

Ouro sobre azul era isto aplicar-se também ao esquecimento de pessoas, especialmente se aplicável a pessoas que temos de ver quase diariamente...

A espera...

Quero ver o quinto episódio do Dexter (sim aquilo funciona tipo droga comigo). 
E o unido de facto nunca mais chega...

Como cagar de alto para o stress e semanas infernais?

Começar a planear umas mini férias.

A utilidade das coisas

Nem sei porque é que ainda perco tempo e gasto o meu latim a explicar coisas às pessoas.

Aparentemente, elas não fazem caso...

domingo, 28 de outubro de 2012

Na dúvida...

Decidi fazer um bolo de cenoura com cobertura de chocolate.

A ver se este corre melhor que último.

Também me parece muito bem...

Comprei tomates e carne picada para fazer tomates recheados. No entanto, agora deparei-me com esta receita e fiquei na dúvida...

Isto sim é um estudioso pra lá de espectacular ou como o Relvas é a nova Maya...

O Relvas é tão à frente mas tão à frente que até fez 3 cadeiras que só começaram a ser leccionadas um ano depois dele ter saído da instituição.

Se isto não é brilhantismo, clarividência e "visionarismo", não sei o que se será...

No entanto, fico um pouco espantada com tudo isto. 
Se não vejamos, o senhor Relva, a julgar por estas notícias, claramente, é detentor de uma espécie de bola de cristal que prevê o futuro, porém, não conseguiu visionar o futuro do seu governo...

Será que a bola do Relvas têm interferências de vez em quando??!?

Publicidades à parte...

Gosto tanto destes chocolatinhos...

sábado, 27 de outubro de 2012

Afinal são dois (não afianço que o número não possa aumentar)

A par com este "estilo" sobre o qual já aqui falei, há um outro look, estilo, moda, o que lhe queiram chamar, que honestamente não compreendo. Basicamente, é o estilo "whore". Prostituta, em bom português.

Como já disse, mas é sempre bom reforçar, cada qual se veste como quer e bem lhe apetece.
Há muitos estilos que, pessoalmente, não aprecio. Peças de que não gosto e outras que mesmo gostando sou da opinião de que não ficam bem a qualquer um. Mas até aqui tudo bem. São gostos e ainda bem que não gostamos todos do mesmo.

Mas vestirem-se como se fossem ali para o parque Eduardo Sétimo é coisa para me causar alguma confusão.

E não digo isto por vestirem uma saia que mais parece um cinto ou uns calções pelas bordas. Nem mesmo por andarem com camisolas transparentes ou um decote até ao umbigo.

É todo um conjunto que envergam e que grita pu**. É a combinação que fazem entre as sais/calções, as camisolas/tops, os sapatos e as pinturas. É o modelito "total" da cabeça aos pés em versão galdéria.

Para quê gente? A sério, qual é o gozo? Qual é, realmente, o "statement" que querem fazer?

Esta treta dos intervalos no cinema

É assim uma espécie de coito interrompido...

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Eu sei que não é para eu perceber

Mas porque é que o governo insiste em anunciar medidas quando no dia seguinte diz que, provavelmente, são para cair.

Foda-se. A sério! Para quê caraças?
Que raio de governação é esta?

A pensar em comida...

Já não como tomates ou pimentos recheados à décadas.
Hum...acho que já sei o que vai ser o jantar de amanhã.

*Na volta o facto de ainda não ter jantado, embora já me encontre com alguma fome, explica o estado dos meus pensamentos...

Duas horas e meia muito boas...

É verdade. O concerto já foi e foi excelente. Foram 2 horas e meia a bombar. Boa música e boa companhia. Tivemos direito a peripécias e "piqueno" susto, mas está tudo bem e o concerto foi muito bom, isso é que importa.

De apontamentos negativos, apenas o bafo descomunal que se fazia sentir dentro do coliseu. Mesmo. Estava um calor insuportável. 

Hoje, hoje tive um dia mais difícil...

Eu até sou benfiquista...

Mas se esta porra de caos se deve ás vossas eleições podeis todos ir comer um granda cócó, está bem!

Em condições normais este post estaria repleto de palavrões

Mas será que hoje a totalidade dos habitantes decidiu trazer o carro para lisboa???

Fónix. No dia em que eu decido apanhar boleia (sendo certo que o panorama no bus também não seria muito melhor) é que a porcaria do trânsito está um caos por todo o lado.

Claramente se eu tivesse o poder de "deletar" semanas, esta seria uma delas. Só ficava o concerto de ontem.