segunda-feira, 3 de agosto de 2020

E nisto uma pessoa percebe que há coisas que transcendem a idade

Estive a ler o "Meu pé de laranja lima", aqui há dias, e chorei comó caneco, especialmente no final.

2 comentários:

  1. “O meu pé de laranja lima”, seja o livro ou o filme (o primeiro) são o meu catalisador quando preciso de chorar. Era muito miúda quando vi e logo li, e fiz uma leitura; depois li em adulta e fiz uma outra leitura, a da metáfora do pé de laranja lima. E chorei igualmente. Cada vez que falo nisso, engulo lágrimas. Mesmo agora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já agora, um pequeno exemplo:

      http://lindaporcaoucheirodeestrume.blogspot.com/2017/12/tenho-o-coracao-esgatanhado-ha-dois-anos.html?m=1

      Eliminar